À Procura da Verdade

Este fórum foi iniciado para que se pudesse conversar livremente e colocar os diversos pontos de vista sobre as verdades bíblicas.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 qual foi o objectivo de ser escrita a biblia?

Ir em baixo 
AutorMensagem
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

MensagemAssunto: qual foi o objectivo de ser escrita a biblia?   Seg Ago 16, 2010 3:54 am

O exame de “toda a Escritura . . . inspirada por Deus” abriu diante de nossos olhos gloriosa visão da soberania de Jeová e do seu propósito quanto ao Reino.
Observamos que a Bíblia é um único livro, com um só poderoso tema — a vindicação da soberania de Jeová e o cumprimento final do seu propósito para com a terra mediante o seu Reino sob Cristo, a Semente Prometida.

Desde as primeiras páginas da Bíblia, este único tema é desenvolvido e explicado pelos escritos seguintes, até que, nos capítulos finais, a gloriosa realidade do grandioso propósito de Deus por meio do seu Reino é tornada clara. Que livro notável é a Bíblia! Principiando com a assombrosa criação dos céus físicos e da terra com suas formas de vida, a Bíblia fornece-nos a única narrativa inspirada e autêntica dos tratos de Deus com a humanidade até os nossos dias e nos conduz até a completa realização da gloriosa criação de Jeová, de “um novo céu e uma nova terra”. (Rev.(apoc.) 21:1) Com o seu grandioso propósito plenamente cumprido por meio do Reino da Semente, Jeová Deus é visto como bondoso Pai da feliz e unida família humana, a qual se junta a todas as hostes celestes em louvá-Lo e em santificar Seu santo nome.

 Quão maravilhosamente este tema da Semente é desenvolvido nas Escrituras! Ao expressar a primeira profecia inspirada, Deus promete que ‘o descendente (literalmente: semente) da mulher’ machucará a cabeça da serpente. (Gên. 3:15) Passam-se mais de 2.000 anos e Deus diz ao fiel Abraão: “Todas as nações da terra hão de abençoar a si mesmas por meio de teu descendente.” Mais de 800 anos depois, Jeová promete algo semelhante a um dos descendentes de Abraão, o leal Rei Davi, indicando que a Semente seria alguém régio. À medida que o tempo passa, os profetas de Jeová unem-se emocionantemente em predizer as glórias do domínio do Reino. (Gên. 22:18; 2 Sam. 7:12, 16; Isa. 9:6, 7; Dan. 2:44; 7:13, 14) Daí, a própria Semente aparece, mais de 4.000 anos após a primeira promessa no Éden. Esta, que é também ‘a semente de Abraão’, é Jesus Cristo, o “Filho do Altíssimo”, e a ele Jeová dá “o trono de Davi, seu pai”. — Gál. 3:16; Luc. 1:31-33.

 Embora esta Semente, o Rei ungido de Deus, seja machucada na morte por meio da semente terrestre da Serpente, Deus o levanta dentre os mortos e o exalta a Sua direita, onde ele espera o tempo devido de Deus para ‘esmagar a cabeça de Satanás’. (Gên. 3:15; Heb. 10:13; Rom. 16:20) Em seguida, Revelação (Apocalipse) leva a inteira visão a seu glorioso clímax. Cristo assume o poder do Reino e lança “a serpente original, o chamado Diabo e Satanás”, dos céus para a terra. Por um curto tempo, o Diabo causa ais à terra e trava guerra com ‘os remanescentes da semente da mulher de Deus’. Mas Cristo, como “Rei dos reis”, golpeia as nações. A Serpente original, Satanás, é presa no abismo e então, finalmente, será destruída para sempre. No ínterim, mediante a Nova Jerusalém, a noiva do Cordeiro, os benefícios do sacrifício de Cristo são aplicados à humanidade para a bênção de todas as famílias da terra. Assim, o magnífico tema das Escrituras inspiradas se desenrola diante de nós, em todo seu emocionante esplendor! — Rev.(apoc.) 11:15; 12:1-12, 17; 19:11-16; 20:1-3, 7-10; 21:1-5, 9; 22:3-5.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

MensagemAssunto: Re: qual foi o objectivo de ser escrita a biblia?   Seg Ago 16, 2010 4:06 am

 Como podemos tirar o maior proveito das Escrituras Sagradas?

Podemos fazê-lo deixando que a Bíblia opere em nossas vidas. Estudando e aplicando diariamente as Escrituras inspiradas, podemos obter a orientação de Deus. “A palavra de Deus é viva e exerce poder”, e pode ser maravilhosa força para a justiça em nossa vida. (Heb. 4:12) Se estudarmos e seguirmos continuamente as orientações da Palavra de Deus, chegaremos a nos “revestir da nova personalidade, que foi criada segundo a vontade de Deus, em verdadeira justiça e lealdade”. Seremos renovados na força que activa a nossa mente, e seremos transformados por reformarmos a nossa mente, a fim de provarmos a nós mesmos “a boa, e aceitável, e perfeita vontade de Deus”. — Efé. 4:23, 24; Rom. 12:2.

 Muito podemos aprender lendo e visualisando como outros servos fiéis de Deus beneficiaram-se de estudar a Palavra de Deus e de meditar nela.
Por exemplo, houve Moisés, “o mais manso de todos os homens”, que era sempre dócil e disposto a aprender. (Núm. 12:3) Devemos sempre ter o mesmo apreço piedoso pela soberania de Jeová. Foi Moisés quem disse: “Ó Jeová, tu mesmo mostraste ser uma verdadeira habitação para nós durante geração após geração. Antes de nascerem os próprios montes ou de teres passado a produzir como que com dores de parto a terra e o solo produtivo, sim, de tempo indefinido a tempo indefinido, tu és Deus.” Moisés estava plenamente familiarizado com a sabedoria de Deus, pois foi usado por Jeová na escrita dos livros iniciais da Bíblia. Por conseguinte, entendia a importância de se procurar diariamente a sabedoria de Jeová. Assim, orou a Deus: “Mostra-nos como contar os nossos dias de tal modo que possamos introduzir um coração de sabedoria.” Visto que “os dias dos nossos anos” podem ser poucos, apenas 70 anos, ou 80, em caso de “potência especial”, seremos sábios se nos banquetearmos diariamente com a sua Palavra, pois então “a afabilidade de Jeová, nosso Deus”, mostrará “estar sobre nós”, assim como estava sobre o seu fiel servo Moisés. — Sal. 90:1, 2, 10, 12, 17.

o que significa meditar?A palavra hebraica traduzida “meditar” significa literalmente “falar consigo mesmo”. Após a leitura, precisamos meditar, reflectir, ou “falar com nós mesmos” sobre o que lemos. Assim como a digestão é essencial para assimilar o que comemos, a meditação é essencial se havemos de assimilar o que lemos na Bíblia. A meditação correta faz mais do que apenas eliminar pensamentos negativos. Ela também permite que consideremos soluções baseadas na Bíblia para os nossos problemas. Tal meditação pode nos ajudar a ser bem-sucedidos em lidar com as ansiedades do dia-a-dia.

 Quão necessário é meditar diariamente na Palavra de Deus! Jeová tornou isto claro ao sucessor de Moisés, Josué, dizendo-lhe: “Somente sê corajoso e muito forte para cuidar em fazer segundo toda a lei que Moisés, meu servo, te ordenou. Não te desvies dela nem para a direita nem para a esquerda, a fim de agirdes sabiamente onde quer que andares. Este livro da lei não se deve afastar da tua boca e tu o tens de ler em voz baixa dia e noite, para cuidar em fazer segundo tudo o que está escrito nele; pois então farás bem sucedido o teu caminho e então agirás sabiamente”. Será que a contínua leitura que Josué fez da Lei de Jeová tornou ‘bem sucedido seu caminho’? A bênção de Jeová sobre sua corajosa campanha em Canaã fornece a resposta. — Jos. 1:7, 8; 12:7-24.

 Considere também o amado Davi, outro que prezava profundamente a sabedoria de Jeová.
Quanto apreço sincero mostrou pela “lei”, “advertência”, “ordens”, “mandamento”, e “decisões judiciais” de Jeová! Conforme Davi o expressou: “São mais desejáveis do que o ouro, sim, mais do que muito ouro refinado; e são mais doces do que o mel e o mel escorrendo dos favos.” (Sal. 19:7-10) Este tema exultante é ampliado e repetido por outro salmista, com comovedora beleza, em todo o Salmo 119. À medida que estudamos diariamente a Palavra de Deus e acatamos seu sábio conselho, que possamos sempre dizer a Jeová: “Lâmpada para o meu pé é a tua palavra e luz para a minha senda. Tuas advertências são maravilhosas. Por isso é que a minha alma as tem observado.” — Sal. 119:105, 129.

 No tempo em que ainda era fiel, o filho de Davi, Salomão, também vivia de acordo com a Palavra de Deus, e nas suas declarações também podemos encontrar comovedoras expressões de apreço que faríamos bem em endossar.
Mediante a leitura e a aplicação diária da Bíblia, chegaremos a entender plenamente a profundidade do significado das palavras de Salomão: “Feliz o homem que achou sabedoria e o homem que obtém discernimento. Na sua direita há longura de dias; na sua esquerda há riquezas e glória. Seus caminhos são caminhos aprazíveis e todas as suas sendas são paz. Ela é árvore de vida para os que a agarram, e os que a seguram bem devem ser chamados de felizes.” (Pro. 3:13, 16-18) O estudo e a obediência diária à Palavra de Deus conduz à maior felicidade agora, junto com a certeza da “longura de dias” — vida eterna no novo mundo de Jeová.

 Não devem ser despercebidos entre os que prezavam as Escrituras inspiradas e obedeciam a elas, os fiéis profetas de Deus. Jeremias, por exemplo, tinha uma designação muito difícil. (Jer. 6:28)
Conforme ele disse: “A palavra de Jeová tornou-se para mim uma causa para virtupério e para troça, o dia inteiro.” Mas fora bem fortalecido pelos estudos da Palavra de Deus, e com efeito, ele mesmo foi usado para escrever quatro livros das Escrituras inspiradas — Primeiro e Segundo Reis, Jeremias e Lamentações. Portanto, o que aconteceu quando o desânimo parecia tomar conta de Jeremias e ele pensava em desistir de pregar “a palavra de Jeová”? Que o próprio Jeremias responda: “Isto mostrou ser no meu coração como um fogo aceso encerrado nos meus ossos; e fiquei fatigado de contê-lo e não pude mais suportá-lo.” Sentiu-se compelido a falar as palavras de Jeová, e ao fazê-lo, descobriu que Jeová estava com ele “como um poderoso terrível”. Se persistirmos em estudar a Palavra de Deus, de modo que ela se torne parte de nós assim como era de Jeremias, então o invencível poder de Jeová estará da mesma forma connosco, e seremos capazes de superar todos os obstáculos ao continuarmos a falar de Seu glorioso propósito do Reino. — Jer. 20:8, 9, 11.

 Que dizer então de nosso maior exemplo, “o Agente Principal e Aperfeiçoador da nossa fé, Jesus”?
Estava ele familiarizado com as Escrituras inspiradas da mesma maneira que todos os profetas e homens fiéis antes dele? Certamente que sim, conforme demonstram claramente suas muitas citações e seu proceder na vida em harmonia com as Escrituras. Foi com a Palavra de Deus em mente que ele se apresentou para fazer a vontade de Seu Pai, na terra: “Eis aqui vim, no rolo do livro está escrito a meu respeito. Agradei-me em fazer a tua vontade, ó meu Deus, e a tua lei está nas minhas partes internas.” (Heb. 12:2; Sal. 40:7, 8; Heb. 10:5-7) Assim, a Palavra de Deus desempenhou papel-chave em Jeová santificar Jesus, ou em pô-lo à parte para seu serviço. Jesus orou para que seus seguidores fossem santificados da mesma forma: “Santifica-os por meio da verdade; a tua palavra é a verdade. Assim como tu me enviaste ao mundo, eu também os enviei ao mundo. E santifico-me em seu benefício, para que também sejam santificados por meio da verdade.” — João 17:17-19.

Não podemos fugir disso! O modo de se tirar o maior proveito das Escrituras inspiradas, o modo de se achar a salvação para a vida eterna, é estudar as Escrituras e viver em harmonia com elas cada dia de nossas vidas. Precisamos meditar constantemente na Palavra de Deus, com a mesma inclinação de mostrar apreço em oração expressa pelo salmista: “Lembrar-me-ei das práticas de Jah; pois, vou lembrar-me da tua maravilha de outrora. E meditarei certamente em toda a tua actividade.” (Sal. 77:11, 12) Meditar nas ‘maravilhas e na actividade’ de Jeová nos motivará também a sermos activos em obras excelentes, visando a vida eterna. O objectivo deste livro, “Toda a Escritura é Inspirada por Deus e Proveitosa”, é incentivar a todos os que amam a justiça a participar nos eternos e satisfatórios benefícios que advêm do contínuo estudo e aplicação da Palavra de Deus.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

MensagemAssunto: Re: qual foi o objectivo de ser escrita a biblia?   Seg Ago 16, 2010 4:09 am

que dizer nos nossos tempos?

 A obediência às Escrituras inspiradas deve ser nosso alvo. Foi pela desobediência à palavra e ao mandamento de Jeová que o primeiro homem caiu no pecado e na morte, “e assim a morte se espalhou a todos os homens”. Portanto, o homem perdeu a oportunidade que poderia ter tido de ‘tomar realmente do fruto da árvore da vida, e comer, e viver por tempo indefinido’, no Paraíso edénico. (Rom. 5:12; Gên. 2:17; 3:6, 22-24) Mas é pela obediência de Cristo e com base no sacrifício deste “Cordeiro de Deus” que Jeová fará que “um rio de água da vida, límpido como cristal”, flua para o proveito de todos aqueles da humanidade que se dedicam a Ele em obediência. Conforme visionado pelo apóstolo João: “Deste lado do rio e daquele lado havia árvores da vida, produzindo doze safras de frutos, dando os seus frutos cada mês. E as folhas das árvores eram para a cura das nações.” — João 1:29; Rev.(apoc.) 22:1, 2; Rom. 5:18, 19.

 Mais uma vez o caminho da vida eterna abre-se para a humanidade. Felizes, então, são aqueles que acatam o texto inspirado: “Tens de escolher a vida para ficar vivo, tu e tua descendência, amando a Jeová, teu Deus, escutando a sua voz e apegando-te a ele; pois ele é a tua vida e a longura dos teus dias.” (Deut. 30:19, 20) Bendito seja Jeová, o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que fez esta grandiosa provisão de vida por meio do sacrifício de seu Filho e de seu Reino eterno. Quão grande é nossa alegria e gratidão por podermos ler e reler, estudar e reestudar, bem como meditar nestas preciosas verdades, pois deveras “toda a Escritura é inspirada por Deus e proveitosa”, conduzindo à vida eterna quer no céu, quer na terra paradisíaca. (João 17:3; Efé. 1:9-11) Tudo então será ‘santidade a Jeová’. — Zac. 14:20; Rev.(apoc.) 4:8.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: qual foi o objectivo de ser escrita a biblia?   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
qual foi o objectivo de ser escrita a biblia?
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» 1º de Maio é o dia de qual "trabalho"?
» Qual a sua classificação e qnts posições vcs ja cairam?
» Qual A Medida Do Ângulo...?
» Qual o nome da propriedade?
» QUAL É O MMC DE 1/bx + 1/(a-ab)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
À Procura da Verdade :: Outros assuntos :: Composição da bíblia :: Por que estes livros compõe a bíblia ?-
Ir para: