À Procura da Verdade

Este fórum foi iniciado para que se pudesse conversar livremente e colocar os diversos pontos de vista sobre as verdades bíblicas.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  LoginLogin  
Compartilhe | 
 

 nome de Deus -Jeová- nas escrituras gregas cristãs e hebraicas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
são vieira



Mensagens: 923
Reputação: 16
Data de inscrição: 24/07/2009
Localização: portugal

MensagemAssunto: nome de Deus -Jeová- nas escrituras gregas cristãs e hebraicas   Qui Set 24, 2009 1:05 pm

, alguns fragmentos antiqüíssimos da Versão Septuaginta, que até mesmo existiam nos dias de Jesus, sobreviveram até os nossos dias, e é notável que o nome pessoal de Deus aparece neles. O Novo Dicionário Internacional de Teologia do Novo Testamento (Volume 2, página 512, em inglês), diz: “Descobertas textuais recentes lançam dúvida sobre a idéia de que os compiladores da LXX [Septuaginta] traduziram o tetragrama YHWH por kyrios. Os mais antigos MSS LXX (fragmentos) agora disponíveis trazem o tetragrama escrito em caracteres heb[raicos] no texto Gr[ego]. Este costume foi continuado por posteriores tradutores judaicos do A[ntigo] T[estamento] nos primeiros séculos A.D.” Portanto, quer Jesus e seus discípulos lessem as Escrituras em hebraico, quer em grego, eles se deparariam com o nome divino.

Assim, o professor George Howard, da Universidade da Geórgia, EUA, fez o seguinte comentário: “Quando a Septuaginta que a igreja do Novo Testamento usava e citava continha a forma hebraica do nome divino, os escritores do Novo Testamento sem dúvida incluíam o Tetragrama em suas citações.” (Biblical Archaeology Review, março de 1978, página 14) Que autoridade teriam eles de agir de outra maneira?

O nome de Deus permaneceu nas traduções gregas do “Antigo Testamento” por mais algum tempo. Na primeira metade do segundo século EC, o prosélito judaico Áquila fez uma nova tradução das Escrituras Hebraicas para o grego, e nesta ele representou o nome de Deus pelo Tetragrama em antigos caracteres hebraicos. No terceiro século, Orígenes escreveu: “E nos manuscritos mais exatos O NOME aparece em caracteres hebraicos, embora não nos [caracteres] hebraicos modernos, mas sim nos mais antigos.”

Mesmo no quarto século, Jerônimo escreveu no seu prólogo para os livros de Samuel e Reis: “E encontramos o nome de Deus, o Tetragrama [הוהי], em certos volumes gregos mesmo até hoje, expresso em letras antigas.”

Em cópias posteriores da Septuaginta, o nome de Deus foi removido e substituído por palavras como “Deus” (The·ós) e “Senhor” (Ky·ri·os). Sabemos que isso aconteceu porque existem fragmentos anteriores da Septuaginta em que o nome de Deus estava incluído, e cópias posteriores dessas mesmas partes da Septuaginta em que o nome de Deus foi removido.

O mesmo ocorreu no “Novo Testamento”, ou Escrituras Gregas Cristãs. O professor George Howard prossegue dizendo: “Quando a forma hebraica para o nome divino foi eliminada em favor de substitutos em grego na Septuaginta, foi também eliminada das citações da Septuaginta no Novo Testamento. . . . Não tardou até que a igreja gentia perdesse o nome divino exceto na medida em que era retratado nos substitutos abreviados ou lembrado por eruditos.”


Última edição por são vieira em Qui Set 24, 2009 3:20 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
são vieira



Mensagens: 923
Reputação: 16
Data de inscrição: 24/07/2009
Localização: portugal

MensagemAssunto: O Nome Estava Lá   Qui Set 24, 2009 3:12 pm

Podemos ter certeza de que o apóstolo Mateus incluiu o nome de Deus no seu Evangelho. Por quê? Porque ele o escreveu originalmente em hebraico. No quarto século, Jerônimo, que traduziu a Vulgata latina, disse: “Mateus, também chamado Levi, e que de publicano se tornou apóstolo, primeiro de tudo produziu um Evangelho de Cristo na Judéia, na língua hebraica . . . Não se tem suficiente certeza de quem o traduziu mais tarde para o grego. Ademais, o próprio em hebraico está preservado até hoje na biblioteca de Cesaréia.”

Visto que Mateus escreveu em hebraico, é inconcebível que não tenha usado o nome de Deus, especialmente ao citar partes do “Antigo Testamento” que continham o nome. No entanto, outros escritores da segunda parte da Bíblia escreveram para um público mundial, na língua internacional daquela época, o grego. Assim, eles não citaram dos escritos hebraicos originais, mas sim da versão Septuaginta grega. E mesmo o Evangelho de Mateus foi por fim traduzido para o grego. Será que o nome de Deus aparecia nesses escritos gregos?

A Remoção do Nome

Naquela época, no entanto, a apostasia predita por Jesus já havia tomado forma, e o nome, embora aparecesse nos manuscritos, era cada vez menos usado. (Mateus 13:24-30; Atos 20:29, 30) Por fim, muitos leitores nem sabiam mais o que ele era, e Jerônimo diz que em sua época “certos ignorantes, devido à similaridade dos caracteres, ao encontrarem [o Tetragrama] nos livros gregos, acostumaram-se a ler ΠΙΠΙ”.

Em cópias posteriores da Septuaginta, o nome de Deus foi removido e substituído por palavras como “Deus” (The·ós) e “Senhor” (Ky·ri·os). Sabemos que isso aconteceu porque existem fragmentos anteriores da Septuaginta em que o nome de Deus estava incluído, e cópias posteriores dessas mesmas partes da Septuaginta em que o nome de Deus foi removido.

O mesmo ocorreu no “Novo Testamento”, ou Escrituras Gregas Cristãs. O professor George Howard prossegue dizendo: “Quando a forma hebraica para o nome divino foi eliminada em favor de substitutos em grego na Septuaginta, foi também eliminada das citações da Septuaginta no Novo Testamento. . . . Não tardou até que a igreja gentia perdesse o nome divino exceto na medida em que era retratado nos substitutos abreviados ou lembrado por eruditos.”

Portanto, ao passo que os judeus se recusavam a pronunciar o nome de Deus por superstição, a igreja cristã apóstata cuidou de removê-lo completamente dos manuscritos de língua grega de ambas as partes da Bíblia, bem como de traduções em outras línguas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
são vieira



Mensagens: 923
Reputação: 16
Data de inscrição: 24/07/2009
Localização: portugal

MensagemAssunto: Re: nome de Deus -Jeová- nas escrituras gregas cristãs e hebraicas   Qui Set 24, 2009 3:28 pm

a titulo de curiosidade...

nas escrituras hebraicas, de Génesis a Malaquias, o nome pessoal de Deus originalmente ocorre mais de 6.900 vezes e nas escrituras gregas cristãs ocorre pelo menos 237 vezes... tente contar as vezes que aparece o nome de Deus-jeová, javé ou iavé na sua tradução. se Deus fez questão que seu nome fosse colocado tanta vez nas escrituras será que era para ser omitido como fazem a maioria das religiões ou pior ser desprezado?

(João 17:26) . . .E eu lhes tenho dado a conhecer o teu nome e o hei de dar a conhecer, a fim de que o amor com que me amaste esteja neles e eu em união com eles.. . .
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MarcioAlmeida



Mensagens: 206
Reputação: 2
Data de inscrição: 27/05/2009
Idade: 46
Localização: São Paulo

MensagemAssunto: Re: nome de Deus -Jeová- nas escrituras gregas cristãs e hebraicas   Seg Set 28, 2009 3:22 pm

É interessante que, por superstição, excesso de zêlo, displicência e outros motivos nem sempre mensuráveis, a verdade ou parte dela vá se predendo no tempo.
Muitos são os que trabalham por sumir ou remover informações que não julgam importantes.
O nome de Deus pode não parecer importante para muitos, já que disse a Moisés para chama-Lo de "Eu Sou" e não por um nome específico.

Outra coisa que acho interessante é que o domínio, naquela época era Romano, portanto acho estranho que os manuscritos estivessem sendo escritos em Grego, mesmo nas localidades que não pertenciam à região predominantemente helênica.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
são vieira



Mensagens: 923
Reputação: 16
Data de inscrição: 24/07/2009
Localização: portugal

MensagemAssunto: Re: nome de Deus -Jeová- nas escrituras gregas cristãs e hebraicas   Seg Set 28, 2009 3:26 pm

será que moisés não sabia o nome de Deus? O próprio Deus explicou o significado de seu nome ao seu fiel servo Moisés. Quando este perguntou a respeito do nome de Deus, Jeová respondeu: “Mostrarei ser o que eu mostrar ser.” (Êxodo 3:14) A tradução de Rotherham (em inglês) traduz assim essas palavras: “Eu Me Tornarei o que quer que seja do meu agrado.” Assim, Jeová pode tornar-se o que for necessário para cumprir seus propósitos.

mas esmuiçando... há pelo menos dois motivos pelo qual se deixou de usar o nome pessoal de Deus.

Primeiro, muitos dizem que o nome não deve ser usado porque sua pronúncia original é desconhecida hoje em dia. O hebraico antigo era escrito sem vogais. Assim, ninguém hoje pode dizer com certeza como as pessoas nos tempos bíblicos pronunciavam o nome YHWH. Mas será que isso nos deve impedir de usar o nome de Deus? Nos tempos bíblicos, o nome Jesus talvez fosse pronunciado Yeshua, ou possivelmente Yehoshua — ninguém sabe ao certo. No entanto, pessoas no mundo inteiro usam diferentes formas do nome Jesus, pronunciando-o do modo costumeiro no seu idioma. Elas não deixam de usar o nome só porque não sabem como ele era pronunciado no primeiro século. De modo similar, se você viajar para outro país, é bem provável que descubra que seu próprio nome soa um tanto diferente em outro idioma. Portanto, não saber ao certo como o nome de Deus era pronunciado na antiguidade não é motivo para não usá-lo.

Uma segunda razão muitas vezes apresentada para omitir o nome de Deus na Bíblia envolve uma antiga tradição dos judeus. Muitos deles acreditam que o nome de Deus jamais deva ser pronunciado. Essa crença evidentemente se baseia numa aplicação equivocada da lei bíblica que diz: “Não deves tomar o nome de Jeová, teu Deus, dum modo fútil, pois Jeová não deixará impune aquele que tomar seu nome dum modo fútil.” — Êxodo 20:7.

Essa lei proíbe o uso errado do nome de Deus. Mas será que proíbe o uso respeitoso de seu nome? De modo algum. Todos os escritores da Bíblia Hebraica (o “Velho Testamento”) eram homens fiéis que obedeciam à Lei que Deus havia dado aos antigos israelitas. E eles usavam com freqüência o nome de Deus. Por exemplo, eles o incluíram em muitos salmos que eram cantados por multidões de adoradores. Jeová até mesmo instruiu seus adoradores a invocar Seu nome, e os fiéis obedeciam. (Joel 2:32; Atos 2:21) Portanto, os cristãos hoje não deixam de usar respeitosamente o nome de Deus, como Jesus com certeza usou. — João 17:26.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 

nome de Deus -Jeová- nas escrituras gregas cristãs e hebraicas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
À Procura da Verdade ::  ::  :: -