À Procura da Verdade

Este fórum foi iniciado para que se pudesse conversar livremente e colocar os diversos pontos de vista sobre as verdades bíblicas.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe
 

 josé e o cálice

Ir em baixo 
AutorMensagem
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

josé e o cálice Empty
MensagemAssunto: josé e o cálice   josé e o cálice EmptySex Jul 31, 2009 6:27 pm

Será que José, servo fiel de Jeová, usou um cálice de prata para interpretar presságios, como parece indicar Gênesis 44:5?

A Bíblia revela o verdadeiro conceito de José sobre o uso de artes mágicas para descobrir o futuro. Algum tempo antes, quando lhe foi solicitado que interpretasse os sonhos de Faraó, José repetiu várias vezes que apenas Deus podia ‘anunciar’ eventos futuros. Em resultado, o próprio Faraó começou a acreditar que o Deus que José adorava — o verdadeiro Deus, não forças ocultas — havia revelado a ele detalhes sobre o futuro. (Génesis 41:16, 25, 28, 32, 39) Mais tarde, a lei que Jeová deu a Moisés proibia o uso de mágica ou adivinhação, confirmando, assim, que apenas Ele prevê o futuro. — Deuteronómio 18:10-12.

Então, por que José deu a entender, por meio de seu servo, que havia usado um cálice de prata para ‘interpretar peritamente os presságios’? (Génesis 44:5) É preciso levar em conta as circunstâncias nas quais essa declaração foi feita.

Por causa de uma fome intensa, os irmãos de José foram ao Egipto para obter alimentos. Esses mesmos irmãos tinham vendido José, alguns anos antes, como escravo. Agora, eles nem imaginavam que tinham solicitado ajuda ao seu próprio irmão, que havia se tornado administrador de alimentos no Egito. José não se identificou a eles. Em vez disso, decidiu testá-los. Era apropriado que José se certificasse de que estavam arrependidos de coração. Também queria descobrir se — e até que ponto — amavam seu irmão Benjamim e seu pai Jacó, que tinha um sentimento especial por Benjamim. Portanto, José recorreu à astúcia. — Génesis 41:55–44:3.

José ordenou a um de seus servos que enchesse as sacas de seus irmãos com alimentos, colocasse o dinheiro deles de volta na boca da saca e pusesse seu cálice de prata na boca da saca de Benjamim. Em toda essa encenação, José estava fazendo o papel de um administrador duma terra pagã. Ele disfarçou-se, agiu e falou do jeito próprio de tal administrador, para que seus irmãos não suspeitassem de quem ele realmente era.

Quando se confrontou com os irmãos, José continuou com o disfarce, perguntando-lhes: “Não sabíeis que um homem tal como eu pode interpretar peritamente os presságios?” (Génesis 44:15) Portanto, o cálice evidentemente fazia parte da estratégia. José ter usado o cálice para interpretar presságios era tão falso quanto Benjamim tê-lo roubado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
josé e o cálice
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Entrevista - José Mariano Beltrame
» determinar o valor de raiz quadrada de cos x - sen x
» Illuminattis identificados!
» Desenho Bíblico - História de José - Completo
» epcar

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
À Procura da Verdade :: Pentateuco :: Gênesis :: José, de sonhador a governador-
Ir para: