À Procura da Verdade

Este fórum foi iniciado para que se pudesse conversar livremente e colocar os diversos pontos de vista sobre as verdades bíblicas.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe
 

 Jardim do Eden

Ir em baixo 
AutorMensagem
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

Jardim do Eden Empty
MensagemAssunto: Jardim do Eden   Jardim do Eden EmptySeg Ago 23, 2010 4:50 am

(Génesis 2:10-14) . . .Ora, havia um rio saindo do Éden para regar o jardim, e dali começava a dividir-se, e tornou-se como que quatro cabeceiras. 11 O nome do primeiro [rio] é Píson; é aquele que circunda toda a terra de Havilá, onde há ouro. 12 E o ouro daquela terra é bom. Ali há também o bdélio e a pedra de ônix. 13 E o nome do segundo rio é Giom; é aquele que circunda toda a terra de Cus. 14 E o nome do terceiro rio é Hídequel; é aquele que vai para o leste da Assíria. E o quarto rio é o Eufrates.

A localização original do jardim do Éden é conjectural. O principal meio de se identificar sua localização geográfica é a descrição bíblica do rio ‘que saía do Éden’, e que depois se dividia em quatro “cabeceiras”, resultando nos rios chamados Eufrates, Hídequel, Píson e Giom. (Gên 2:10-14) O Eufrates (hebr.: Peráth) é bem conhecido, e “Hídequel” é o nome usado para o Tigre em inscrições antigas. (Veja também Da 10:4.) Os outros dois rios, o Píson e o Giom, porém, continuam sem ser identificados.

Alguns, tais como Calvino e Delitzsch, têm argumentado em favor da localização do Éden em alguma parte perto da cabeceira do golfo Pérsico, na Mesopotâmia inferior, aproximadamente no lugar em que o Tigre e o Eufrates se aproximam um do outro. Eles têm associado o Píson e o Giom com canais entre estes rios. Todavia, isso tornaria esses rios tributários, em vez de braços que se ramificavam duma fonte original. O texto hebraico, em vez disso, aponta para um lugar na região montanhosa ao N das planícies mesopotâmicas, para uma área em que o Eufrates e o Tigre têm suas nascentes atuais. Neste respeito, The Anchor Bible (A Bíblia Âncora; 1964), nas suas notas sobre Génesis 2:10, declara: “No hebr[aico], a desembocadura do rio é chamada de ‘fim’ (Jos xv 5, xviii 19); portanto, o plural de ro’s, ‘cabeceira’, tem de referir-se aqui ao curso superior. . . . Este último uso é bem atestado referente ao cognato ac[adiano] resu.” O fato de que os rios Eufrates e Tigre não procedem agora duma única nascente, bem como a impossibilidade de se determinar definitivamente a identificação dos rios Píson e Giom, é possivelmente explicado pelos efeitos do Dilúvio dos dias de Noé, que, sem dúvida, alterou em muito os aspectos topográficos da terra, enchendo os leitos de alguns rios e criando outros.

A localização tradicional do jardim do Éden há muito é sugerida como tendo sido na região montanhosa a uns 225 km ao SO do monte Ararate e a poucos quilómetros ao S do lago Van, na parte oriental da moderna Turquia. Que o Éden talvez tivesse estado cercado por alguma barreira natural, tal como montanhas, talvez seja sugerido pelo fato de que se diz que querubins foram postos apenas ao L do jardim, ponto do qual Adão e Eva saíram dele. — Gên 3:24.

Depois de Adão ter sido banido do jardim paradísico, não havendo ninguém para ‘o cultivar e tomar conta dele’, seria de presumir que simplesmente cresceu em exuberância natural, tendo apenas os animais para povoar seus confins, até ser obliterado pelas águas avolumantes do Dilúvio, desconhecendo o homem a sua localização exacta, excepto pelo registo divino sobre a sua existência. — Gên 2:15.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Jardim do Eden
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
À Procura da Verdade :: Pentateuco :: Gênesis :: Criação-
Ir para: