À Procura da Verdade

Este fórum foi iniciado para que se pudesse conversar livremente e colocar os diversos pontos de vista sobre as verdades bíblicas.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Breve resumo de Efésios

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

MensagemAssunto: Breve resumo de Efésios   Sex Ago 20, 2010 3:45 am

O propósito de Deus de trazer união mediante Cristo (1:1–2:22). Paulo, o apóstolo, envia saudações. Deve-se bendizer a Deus pela sua gloriosa benignidade imerecida. Isto tem a ver com Ele escolhê-los para estarem em união com Jesus Cristo, por intermédio de quem recebem a libertação pelo resgate, mediante o seu sangue. Outrossim, Deus fez com que o seu amor abundasse para com eles, dando a conhecer o segredo sagrado da sua vontade. Pois ele propôs uma administração, a saber, “ajuntar novamente todas as coisas no Cristo”, em união com quem foram também designados como herdeiros. (1:10) Como sinal antecipado disto, foram selados com espírito santo. Paulo ora para que fiquem firmemente convictos da esperança à qual foram chamados e compreendam que Deus usará o mesmo poder para com eles que usou ao ressuscitar a Cristo e colocá-lo bem acima de todo governo e autoridade, fazendo dele Cabeça sobre todas as coisas para a congregação.

 Deus, pela riqueza da sua misericórdia e seu grande amor, vivificou-os, embora estivessem mortos nas suas transgressões e nos seus pecados, e os assentou juntos “nos lugares celestiais, em união com Cristo Jesus”. (2:6) Tudo isto se deve à benignidade imerecida e à fé, e não como resultado de quaisquer obras deles próprios. A sua paz é Cristo, o qual derrubou o muro, a Lei dos mandamentos, que separava os gentios dos judeus. Agora, ambos os povos têm acesso ao Pai por intermédio de Cristo. Portanto, os efésios não mais são estrangeiros, mas são “concidadãos dos santos” e desenvolvem-se num templo santo para Jeová habitar por espírito. — 2:19.

 O “segredo sagrado do Cristo” (3:1-21). Deus revela agora a seus santos apóstolos e profetas o “segredo sagrado do Cristo . . . que os das nações haviam de ser co-herdeiros e membros associados do corpo, e co-participantes connosco da promessa, em união com Cristo Jesus, por intermédio das boas novas”. (3:4, 6) Pela benignidade imerecida de Deus, Paulo se tornou ministro destas, para declarar as riquezas insondáveis do Cristo e fazer com que os homens vejam como o segredo sagrado é administrado. É mediante a congregação que a grandemente variada sabedoria de Deus se torna conhecida. Por causa disto, Paulo ora para que se tornem poderosos com força por intermédio do espírito de Deus, a fim de que conheçam plenamente o amor de Cristo, que ultrapassa o conhecimento, e reconheçam que Deus pode “fazer mais do que super abundantemente além de todas as coisas que peçamos ou concebamos”. — 3:20.

 Revestindo-se da “nova personalidade” (4:1–5:20). Os cristãos devem andar de modo digno da sua chamada, com humildade mental, longanimidade e amor, e no vínculo unificador da paz. Pois há um só espírito, uma só esperança, uma só fé e “um só Deus e Pai de todos, o qual é sobre todos, e por intermédio de todos, e em todos”. (4:6) Portanto, Cristo, o “um só Senhor”, tem dado profetas, evangelizadores, pastores e instrutores, “visando o reajustamento dos santos para a obra ministerial, para a edificação do corpo do Cristo”. Portanto, escreve Paulo, “falando a verdade, cresçamos pelo amor em todas as coisas naquele que é a cabeça, Cristo”, como corpo harmoniosamente conjuntado e cada membro cooperando. (4:5, 12, 15) Os modos imorais, inúteis e ignorantes da velha personalidade devem ser postos de lado; toda pessoa deve ser renovada na força que ativa sua mente e se “revestir da nova personalidade, que foi criada segundo a vontade de Deus, em verdadeira justiça e lealdade”. Visto que todos se pertencem uns aos outros, devem falar a verdade e pôr de lado a ira, o roubo, a linguagem corrompida, a amargura maldosa — não entristecendo o espírito santo de Deus. Em vez disso, devem tornar-se ‘benignos uns para com os outros, ternamente compassivos, perdoando liberalmente uns aos outros, assim como também Deus os perdoou liberalmente por Cristo’. — 4:24, 32.

 Todos devem tornar-se imitadores de Deus. A fornicação, a impureza e a ganância não devem nem mesmo ser mencionadas entre eles, pois os que praticam tais coisas não têm herança no Reino. Paulo admoesta aos efésios: “Prossegui andando como filhos da luz.” “Mantende estrita vigilância” sobre como andais, comprando o tempo oportuno, “porque os dias são iníquos”. Com efeito, precisam ‘prosseguir percebendo qual é a vontade de Jeová’, e falar sobre os louvores de Deus com gratidão. — 5:8, 15-17.

A sujeição correta; a luta cristã (5:21–6:24). Estejam as esposas sujeitas a seus maridos, assim como a congregação está em sujeição a Cristo, e os maridos continuem a amar suas esposas, “assim como também o Cristo amou a congregação”. Da mesma forma, “a esposa deve ter profundo respeito pelo seu marido”. — 5:25, 33.

 Vivam os filhos em união com seus pais, em obediência e correspondendo à disciplina piedosa. Os escravos e os amos também devem conduzir-se de modo a agradar a Deus, pois o Amo de todos “está nos céus, e com ele não há parcialidade”. Finalmente, que todos prossigam “adquirindo poder no Senhor e na potência da sua força”, revestindo-se da completa armadura de Deus, de modo a permanecerem firmes contra o Diabo. “Acima de tudo, tomai o grande escudo da fé”, também “a espada do espírito, isto é, a palavra de Deus”. Continuem a orar, e mantenham-se despertos. Paulo pede que orem também por ele, para que ele, com toda a franqueza no falar, ‘torne conhecido o segredo sagrado das boas novas’. — 6:9, 10, 16, 17, 19.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Breve resumo de Efésios
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Cristianismo - Resumo
» RESUMO DA BÍBLIA EM 4 MINUTOS - Espetacular
» A Génese Segundo o Espiritismo (Resumo)
» Resumo do MILD
» Tema: Resumo do filme Escritores da Liberdade

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
À Procura da Verdade :: Outros assuntos :: Composição da bíblia :: Por que estes livros compõe a bíblia ?-
Ir para: