À Procura da Verdade

Este fórum foi iniciado para que se pudesse conversar livremente e colocar os diversos pontos de vista sobre as verdades bíblicas.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe
 

 Por que seleccionou Jeová o primeiro rei humano de Israel da tribo de Benjamim e apresentou a ele a esperança de o reinado permanecer para sempre na sua casa, quando uma profecia anterior mencionara Judá como sendo a tribo da qual viriam reis?

Ir em baixo 
AutorMensagem
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

Por que seleccionou Jeová o primeiro rei humano de Israel da tribo de Benjamim e apresentou a ele a esperança de o reinado permanecer para sempre na sua casa, quando uma profecia anterior mencionara Judá como sendo a tribo da qual viriam reis? Empty
MensagemAssunto: Por que seleccionou Jeová o primeiro rei humano de Israel da tribo de Benjamim e apresentou a ele a esperança de o reinado permanecer para sempre na sua casa, quando uma profecia anterior mencionara Judá como sendo a tribo da qual viriam reis?   Por que seleccionou Jeová o primeiro rei humano de Israel da tribo de Benjamim e apresentou a ele a esperança de o reinado permanecer para sempre na sua casa, quando uma profecia anterior mencionara Judá como sendo a tribo da qual viriam reis? EmptyQua Ago 11, 2010 10:08 am



Léia foi a primeira a se casar com Jacó e a dar-lhe filhos, mas isto se deu apenas por Jacó ter sido enganado. Ele amava a Raquel e a havia pedido, e por isso a primogenitura caberia à descendência de Raquel, embora os filhos de Léia fossem mais velhos. (Gên. 29:18-28) Sara era a esposa amada de Abraão, e o direito da primogenitura cabia ao seu filho Isaque, embora Ismael, filho de Abraão por Agar fosse mais velho. O mesmo se dava com José, filho de Raquel. No entanto, José não se tornou chefe de tribo em Israel, mas sim seus filhos Manassés e Efraim. Manassés era o mais velho, mas a orientação divina fez com que a bênção melhor fosse dada a Efraim. Jeová disse a respeito dele: “Efraim, ele é meu primogénito.” (Gên. 48:8-20; Jer. 31:9) Todavia, a tribo de Efraim posteriormente eliminou a si mesma desta posição favorecida por causa de diversas faltas, e o salmista fala sobre a ação de Jeová: “Passou a rejeitar a tenda de José; e não escolheu a tribo de Efraim. Mas escolheu a tribo de Judá.” — Sal. 78:9, 67, 68.

Com a eliminação de José, por causa da falta de Efraim, o outro filho de Raquel precisava receber uma oportunidade. Esta veio com a unção de Saul como rei, pois Saul era benjamita. Em 1 Samuel 13:13 (Almeida) fala-se da possibilidade de o reino de Saul ser estabelecido para sempre; mas temos de nos lembrar que a palavra hebraica traduzida aqui “para sempre” é ohlahm. Conforme já se explicou em Sentinelas anteriores e outras publicações, esta palavra hebraica significa um período de tempo oculto ou indefinido, não necessariamente durando para sempre. É verdade que Jeová Deus sabia de antemão que o reino não permaneceria na casa de Benjamim; mas foi a presunção e o proceder sem fé do próprio Saul que o fez perder o reinado para a sua família e sua tribo. O mero uso da presciência por parte de Jeová não forçou a Saul a agir de modo repreensível. Saul agiu por conta própria de modo contrário às ordens expressas de Jeová Deus, sendo plenamente responsável por estas violações em face do conhecimento de seus pecados.

Uma vez que a descendência favorecida de Raquel teve a sua oportunidade, os filhos mais velhos de Léia seriam os próximos a receber a bênção do reinado. Rubem, Simeão e Levi se encontravam na frente de Judá. Todos os três foram eliminados pelas ocorrências mencionadas por Jacó por ocasião de ele abençoar os seus filhos. (Gên. 49:3-7) Além disso, os levitas agiram mais tarde com fidelidade digna de nota e foram recompensados por receberem as bênçãos do sacerdócio. Isto impediu que alguém deles se tornasse rei. De modo que o próximo era Judá, e a profecia em Génesis 49:8-12 mostra que ele conseguiria o reinado e seria antepassado humano do Rei que reinará para sempre, Cristo Jesus. Naturalmente, em tudo isso Jeová não era obrigado a se harmonizar com a prática geral relativa ao primogénito e aos privilégios da primogenitura. Podia escolher a quem quisesse, desde o início, sem eliminar os que seriam os primeiros segundo o procedimento humano.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Por que seleccionou Jeová o primeiro rei humano de Israel da tribo de Benjamim e apresentou a ele a esperança de o reinado permanecer para sempre na sua casa, quando uma profecia anterior mencionara Judá como sendo a tribo da qual viriam reis?
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Vetores L.I. ou L.D.
» Sistema de primeiro grau
» Como se resolve?
» COMO O CRISTÃO DEVE SE COMPORTAR APOS AS ELEIÇÕES ?
» Como ler um voltimetro?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
À Procura da Verdade :: Profetas :: Samuel :: O primeiro rei-
Ir para: