À Procura da Verdade

Este fórum foi iniciado para que se pudesse conversar livremente e colocar os diversos pontos de vista sobre as verdades bíblicas.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe
 

 A instituição da páscoa

Ir em baixo 
AutorMensagem
MarcioAlmeida



Mensagens : 206
Reputação : 2
Data de inscrição : 27/05/2009
Idade : 50
Localização : São Paulo

A instituição da páscoa Empty
MensagemAssunto: A instituição da páscoa   A instituição da páscoa EmptyQui Jun 25, 2009 10:16 am

A instituição da páscoa tem tudo a ver com a libertação do povo hebreu do Egito.
Esta mesma instituição foi utilizada séculos mais tarde para representar a libertação do pecado pelo filho de Deus.
Uma informação muito interessante que está na bíblia é que na saída do povo do Egito, a bíblia diz que "naquele mesmo dia", isto é, ao completar o tempo que Deus havia previsto para que o povo ficasse em solo Egípcio, o povo saiu.
A páscoa é uma instituição que nos leva a pensar nos momentos em que Deus nos livra de nossas atribulações, nossas prisões, nossa servidão e escravidão.
Os ovos de páscoa serão discutidos um pouco mais para frente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

A instituição da páscoa Empty
MensagemAssunto: Re: A instituição da páscoa   A instituição da páscoa EmptyQua Jul 29, 2009 3:21 pm

mas há um ponto interessante referente á Páscoa instituida pelo judaísmo original...

Significado Profético. O apóstolo Paulo, ao instar os cristãos a levar uma vida limpa, atribui significado pictórico à Páscoa. Diz ele: “Pois, deveras, Cristo, a nossa páscoa, já tem sido sacrificado.” (1Co 5:7) Ele aqui assemelha Cristo Jesus ao cordeiro pascoal. João, o Batizador, apontou para Jesus, dizendo: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (Jo 1:29) É possível que João tivesse presente o cordeiro pascoal, ou talvez estivesse pensando no cordeiro que Abraão ofereceu em lugar de seu próprio filho, Isaque, ou no cordeiro que era oferecido cada manhã e cada noitinha sobre o altar de Deus, em Jerusalém. — Gên 22:13; Êx 29:38-42.

Certas particularidades da celebração da Páscoa cumpriram-se em Jesus. Um cumprimento está relacionado com o fato de que o sangue sobre as casas no Egito livrou os primogénitos israelitas da destruição às mãos do anjo destruidor. Paulo fala dos cristãos ungidos como a congregação dos primogénitos (He 12:23), e de Cristo como o seu libertador, mediante o seu sangue. (1Te 1:10; Ef 1:7) Nenhum osso do cordeiro pascoal devia ser quebrado. Havia sido profetizado que nenhum dos ossos de Jesus seria quebrado, e isto se cumpriu por ocasião de sua morte. (Sal 34:20; Jo 19:36) Assim, a Páscoa observada pelos judeus durante séculos era uma daquelas coisas em que a Lei provia uma sombra das coisas vindouras e apontava para Jesus Cristo, “o Cordeiro de Deus”. — He 10:1; Jo 1:29.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

A instituição da páscoa Empty
MensagemAssunto: ressurreição, ovos e coelhos...   A instituição da páscoa EmptyQua Jul 29, 2009 3:24 pm

A celebração inclui emblemas de coelhos, cestos cheios de ovos vistosamente coloridos e pãezinhos quentes marcados com uma cruz. Tem de ser a Easter (Páscoa). Será mesmo?

A primavera era sagrada para os adoradores do sexo na Fenícia. A sua deusa da fertilidade, Astartéia, ou Istar (Afrodite para os gregos), tinha como símbolos o ovo e a lebre. Tinha uma insaciável sede de sangue e de sexo imoral. Suas estátuas variadamente a representavam com órgãos sexuais grosseiramente exagerados, ou com um ovo na mão e um coelho ao lado. A prostituição sagrada fazia parte de seu culto. Em Canaã, a deusa do sexo era considerada esposa de Baal. Ela era honrada com inebriantes orgias sexuais, crendo os adoradores que suas relações sexuais ajudavam a realizar o pleno despertar e união conjugal de Baal com a sua esposa. Segundo o livro Recent Discoveries in Bible Lands (Descobertas Recentes em Terras Bíblicas), “em nenhum outro país se encontrou um número tão relativamente grande de figuras da nua deusa da fertilidade, algumas distintamente obscenas”.

Debaixo de seus memoriais em Cartago, descobriram-se urnas vivamente coloridas contendo os ossos carbonizados de criancinhas. Seus pais, em geral pessoas de projecção e título, procuravam a bênção dos deuses sobre sua riqueza e influência. Algumas urnas continham os restos de várias crianças de diferentes idades, talvez da mesma família.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

A instituição da páscoa Empty
MensagemAssunto: Re: A instituição da páscoa   A instituição da páscoa EmptySeg Ago 23, 2010 6:26 am

No Deserto e na Terra da Promessa. Só se menciona uma celebração da Páscoa no ermo. (Núm 9:1-14) A guarda da Páscoa durante a jornada no ermo provavelmente foi limitada, por duas razões: (1) As instruções originais de Jeová eram que ela tinha de ser observada quando chegassem à Terra da Promessa. (Êx 12:25; 13:5) (2) Os nascidos no ermo não haviam sido circuncidados (Jos 5:5), ao passo que todos os participantes varões da Páscoa tinham de ser circuncidados. — Êx 12:45-49.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

A instituição da páscoa Empty
MensagemAssunto: Re: A instituição da páscoa   A instituição da páscoa EmptySeg Ago 23, 2010 6:29 am

Acréscimos. Depois de Israel se ter fixado na Terra da Promessa, certas mudanças foram feitas e vários acréscimos vieram a existir na celebração da Páscoa. Eles deixaram de participar da festa em pé, ou equipados para uma jornada, pois já estavam na terra que Deus lhes dera. Os celebrantes do primeiro século comiam-na costumeiramente recostados sobre o seu lado esquerdo, com a cabeça apoiada na mão esquerda. Isto explica como um dos discípulos de Jesus podia estar ‘recostado na frente do seio de Jesus’. (Jo 13:23) Na Páscoa realizada no Egipto não se usou vinho, nem havia ordem alguma da parte de Jeová para que fosse usado na festividade. Tal costume foi introduzido mais tarde. Jesus não condenou o uso do vinho na refeição, mas bebeu vinho com os apóstolos e, depois, ofereceu-lhes um copo para que bebessem, ao instituir a Refeição Nocturna do Senhor, a Comemoração de sua morte. — Lu 22:15-18, 20.

De acordo com fontes judaicas tradicionais, usava-se vinho tinto e passavam-se quatro copos, embora o serviço não se restringisse a quatro copos. Os Salmos 113 a 118 eram entoados durante a refeição, concluindo com o Salmo 118. É provável que tenha sido um destes salmos que Jesus e os apóstolos cantaram ao concluírem a Refeição Nocturna do Senhor. — Mt 26:30.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




A instituição da páscoa Empty
MensagemAssunto: Re: A instituição da páscoa   A instituição da páscoa Empty

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A instituição da páscoa
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» equipe do santos versus instituição espirita

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
À Procura da Verdade :: Pentateuco :: Êxodo :: A Páscoa-
Ir para: