À Procura da Verdade

Este fórum foi iniciado para que se pudesse conversar livremente e colocar os diversos pontos de vista sobre as verdades bíblicas.
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe
 

 ganância do povo

Ir em baixo 
AutorMensagem
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

ganância do povo Empty
MensagemAssunto: ganância do povo   ganância do povo EmptyQua Set 02, 2009 12:56 pm

os israelitas se queixaram de ter apenas o maná para comer. Jeová enviou-lhes codornizes. Algo similar tinha acontecido mais ou menos um ano antes, no ermo de Sim, pouco antes de os israelitas declararem sua dedicação a Jeová. (Êxodo 16:1-3, 12, 13) Mas, a situação não era exactamente a mesma. Da primeira vez, quando Jeová forneceu codornizes, ele não repreendeu os israelitas por terem murmurado. Esta vez, porém, a situação era diferente. “A carne estava ainda entre os seus dentes, antes que pudesse ser mastigada, quando se acendeu a ira de Jeová contra o povo e Jeová começou a atingir o povo com uma matança muito grande.” (Números 11:4-6, 31-34) O que havia mudado? Como nação dedicada, eram agora considerados responsáveis. Sua falta de apreço pelas provisões de Jeová levou-os a se queixarem dele, apesar de terem prometido fazer tudo o que Jeová falara! Queixar-se hoje da mesa de Jeová é similar. Alguns deixam de apreciar as provisões espirituais de Jeová (Mateus 24:45-47) Lembre-se, porém, de que a nossa dedicação requer que sejamos gratos pelo que Jeová tem feito por nós e que aceitemos o alimento espiritual suprido por Ele. não só de pão vive o homem...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
são vieira



Mensagens : 923
Reputação : 16
Data de inscrição : 24/07/2009
Localização : portugal

ganância do povo Empty
MensagemAssunto: Re: ganância do povo   ganância do povo EmptySeg Ago 23, 2010 4:29 am

A expressão “por cerca de dois côvados [c. 1 m] acima da superfície da terra” tem sido explicada de diversas maneiras. (Núm 11:31) Alguns acham que as codornizes realmente caíram ao solo e que, em alguns lugares, ficaram empilhadas até esta altura. Outros, objectivando que tal acção, sem dúvida, resultaria em grande parte delas morrerem e assim se tornarem impróprias para o consumo pelos israelitas, entendem que o texto significa que as codornizes voavam nesta baixa altitude acima do solo, tornando assim bastante fácil para os israelitas as abaterem e capturarem. Expressando uma idéia similar, a Septuaginta grega reza: “todo em volta do acampamento, a cerca de dois côvados da terra”; e a Vulgata latina diz: “todo em volta do acampamento, e voavam no ar numa altitude de dois côvados acima da terra”.

Os israelitas passaram um dia e meio recolhendo as codornizes; “quem recolhia menos ajuntou dez ômeres [2.200 l]”. (Núm 11:32) Em vista dos “seiscentos mil homens a pé”, mencionados por Moisés (Núm 11:21), a quantidade de codornizes recolhidas deve ter sido de muitos milhões; de modo que não era uma simples caça resultante duma migração comum, mas, antes, era uma forte demonstração de poder divino. A quantidade recolhida era grande demais para eles comerem então; por isso, os cobiçosos israelitas “estendiam-nas para si por toda a parte, em volta do acampamento”. (Núm 11:32) O objectivo disso talvez fosse secar a carne das codornizes abatidas, a fim de preservar o máximo número delas para consumo futuro. Tal medida seria similar ao antigo costume egípcio, descrito por Heródoto (II, 77), de salgar peixes e depois pô-los ao sol para secar.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
ganância do povo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
À Procura da Verdade :: Pentateuco :: Números :: A praga das codornizes-
Ir para: